sexta-feira, 2 de maio de 2008

Desabafo? Talvez.

Bem, ultimamente eu tenho tido notícias que até estão me animando, sabe. É muito bom você perceber que, de repente, teu site/blog tem muito mais visitantes do que você imagina, que as pessoas admiram o seu trabalho, que você está alcançando o seu objetivo, e que realmente as pessoas estão gostando do que você faz.

O que "pega" às vezes é que você se desanima por fazer sempre algo que não é tão bem reconhecido assim.

Alguns leitores devem se lembrar de um comentário que eu escrevi no meu antigo blog sobre a banda Paz Armmada. Bem, o fato é o seguinte: na época fui extremamente crucificada por expor o meu ponto de vista em relação a uma banda, e ninguém prestou atenção no que eu fazia em meu blog. O resultado? 20 comentários, como vocês podem ver se visitarem o link, e muitas, mas muitas visitas. Hoje eu vejo que a repercussão desse comentário foi muito maior do que eu esperava.

Só que, o que é muito interessante também, é que hoje eu vejo que algumas pessoas concordam com várias coisas que eu disse, e que meu comentário não foi tão "sem noção" como várias pessoas afirmaram.

Bem, o que eu quero com esse post? Continua lendo que eu já chego lá.

Houveram muitas melhorias no Sarau do Zé Geral. Como ele disse no comentário dele naquele post, ele faz. E, infelizmente, o que eu vejo, é que, no final das contas, pouca gente dá valor ao que ele faz.

O fato é: as pessoas te criticam pelo o que você faz de "errado", mas não te elogiam pelo o que você faz de bom. Foi assim comigo. Ninguém parou para comentar sobre a minha iniciativa de gastar o meu tempo procurando, escutando, analisando e escrevendo sobre bandas novas. Bandas nacionais legais. Mas na primeira oportunidade, tacaram-me pedras por dizer simplesmente que havia achado uma banda ruim.

Veja bem: quando eu falo bem de bandas boas, divulgo o trabalho de bandas pouco conhecidas, faço de tudo para que as pessoas aprendam a dar valor no que nós temos de bom no Brasil, e olha que é muita coisa boa, ninguém se importa de ler o que você escreve, de parar para comentar sobre o que você disse, de dar opinião. Mas, experimente falar mal sobre algo que poucas pessoas viram, para você ver o tanto de comentários, opiniões, visitas que irão aparecer (para te críticar, claro).

O que o trabalho do Zé Geral tem a ver com isso? Simples: eu vejo muita gente em Campo Grande reclamando que aqui não tem lugar onde toca rock, que aqui ninguém dá valor ao rock, que as pessoas não abrem espaço para o rock na cidade, etc. Mas, nenhuma dessas pessoas se importa em pelo menos dar uma passada lá no Sarau para conferir o trabalho que o Zé Geral faz nas sextas-feiras, o Rock Total.

Vejam que coisa incrível: o cara abre as portas de seu estabelecimento para que as bandas que estão surgindo agora divulguem o seu trabalho. Para que as bandas de rock tenham um lugar para se apresentar. Para que as bandas possam ter o seu trabalho reconhecido. Gente, isso é digno de aplausos. Enquanto todo mundo está preocupado em reclamar sobre o cenário musical da cidade, o Zé vai e FAZ. E não pensem que ele não passa dificuldades por isso.

O que anda acontecendo no Sarau é horrível. Algumas bandas acham que o Zé faz pouco por elas abrindo o espaço que ele abre. Gente, acorda pra vida. O cara tá dando um espaço para vocês que ninguém quer dar. Onde estão os seus amigos que vão te defender piamente que nem vão em suas apresentações? Deixe-me adivinhar: estão curtindo a noite em outros lugares.

Opa! Cheguei no ponto que eu queria. De que adianta reclamar que em Campo Grande não há espaço para o rock, se quando alguém dá esse espaço ninguém faz questão de conferir?

Do que eu estou falando? Quem foi sexta-feira passada, dia 25 de abril, no Sarau sabe. Na programação do Rock Total para aquele dia, que estava lá fora, no portão do Sarau, você podia ler o nome de várias bandas. Mas apenas três tocaram lá. Apenas as bandas Mentes Livres, Gobstopper e Noradrenalina tocaram.

Os musicos de uma outra banda até estiveram lá, mas foram embora antes do término da apresentação da Noradrenalina. E diga-se de passagem que eles foram muito mal-educados durante o período em que estiveram presentes. É costume aplaudir a banda que está tocando ao final de cada música, e eles não se moveram uma única vez. Parabéns para vocês que fizeram isso, vocês são a verdadeira imagem do descaso.

Àqueles que não querem que o Rock Total acabe, meus parabéns. Àqueles dispostos a lutar para que o Rock Total continue e dê a volta por cima, eu estou com vocês. Ao Zé Geral, que teve e tem essa iniciativa tão digna de aplauso, o eterno agradecimento de quem quer ver a nossa música ganhando espaço no Brasil.

Ficam aqui as minhas palavras de descontentamento. E acreditem: eu não irei desistir de divulgar as bandas do Brasil inteiro. Porque elas merecem ter o seu trabalho reconhecido. Elas merecem ter alguém que lute por elas. E eu irei lutar.

10 comentários:

Alexandre disse...

Muito bem Becca!!! É isso aí lute pelos seus ideais, eu daqui dou todo meu apoio!!!Vamos prestigiar nossas bandas !!!

Anônimo disse...

muito beem! concordo com o alexandre! vamos dar valor as outras bandas que o povo não liga!

ZelKinhO ~ • disse...

Bom, oq dizer? TOP mamusca otimo trabalho i nunca desista dos seus ideais =D
Bjs do seu filhinho ZelK =D

Anônimo disse...

"eu li" XD

muito legal seu trabalho, continue assim!

Tigo disse...

Entrei no perfil da primeira banda mencionada no post...e li o seguinte:

"Á galera que quizer interagir com a banda, pode mandar scrap no Orkut da Banda dando dicas, música e sugestões, serão todos bem vindos."

Sem comentários.

Enfim becca,vc continua escrevendo muito bem! Vale ressaltar que essa menina num ganha 1 centavo para falar sobre o assunto, e muito pelo contrário!

Meus parabéns, e mais uma vez, gostaria muito de te ajudar...mas...

Super beijo,
Tigo

marcel disse...

Cara, eu sou intusiasta do trabalho do Zé. vou sempre estar do lado dele.
agora a moda é alugar o espaço lá! e as bandas do inicio do projeto? acho q não é só o espaço, mas tudo o q diz respeito ao rock total tem q ser levado em consideração

renato disse...

Eu li tb!!!!
heheheheh

Marco Aurélio disse...

bom, agora é sentar e conversar com as bandas mais antigas e ver com o Zé Geral as melhores opções. Eles sempre está aberto ao diálogo.
beijos Beca!

alessandro fonseca disse...

Cadê o público das bandas?? Cadê o público das bandas??? Esse dito "público rock'n roll" só aparece pra prestigiar a sua banda favorita quanda ela se apresenta no Fly, ou no Play ou no Horto?? Que papo é esse?? Está na hora das bandas que se apresentam no Sarau fazerem a "correria" e divulgar por conta própria (orkut, blogs, boca a boca, cartazes, fanzines, etc, etc, etc...)os shows que acontecem no Zé Geral!E outra: Não adianta subir no palco do Zé Geral e falar mal dos pagodeiros e sertanejos da cidade que lotam os shows de seus artistas, pois eles são mais fiéis que os "roqueiros" dessa aldeia asfaltada chamada Campo Grande! Cada um que faça a sua parte sem falar mal de outros segmentos, não usem o outro como escada, irmãozinhos!!! Abraço a todos! Viva o rock brazuca!! FORÇA SEMPRE! Parabéns, Rebeca, pelo blog!!

só sei que disse...

OLA BECCA,SOU BATERISTA DA BANDA SOSEIQUENADASEI,ESTOU CONHECENDO AGORA O BLOGGER DE VCS,E ACHEI LINDO SEU DESABAFO,CARA A BANDA TEM QUE TER HUMILDADE PRA SE COMEÇAR ALGO,E APROVEITAR AS CHANCES QUE SAO DADAS NESSA CORRENTE UM TEM QUE AJUDAR O OUTRO E UMA COISA AS ESTRELAS ESTAO NO CEU,VEJO MUITA COISA DE ESTRELISMO RS PURAI NAO E ASSIM QUE FUNCIONA CONHEÇA NOSSO TRABALHO
www.myspace.com/soseiquenadasei

e se gostar adicione no orkut serao bem vindos abraço e sucesso!
lei

http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=3629938508126771540